Shiftago - Wiwa Spiele


http://www.wiwa-spiele.de/

Um jogo de Robert Witter e Frank Warneke, para 2 a 4 jogadores, a partir dos 8 anos, com a duração de 45 minutos.

Conteúdo
1 Tabuleiro
22 Bolas de cristal laranjas
22 Bolas de cristal azuis
22 Bolas de cristal brancas
4 Marcadores vermelhos
4 Cartões de pontuação

Conceito do jogo
A ideia é organizar as tuas bolas na vertical, horizontal ou na diagonal, o mais rápido possível.
Para ganhar o jogo, tens de criar uma ou mais linhas de bolas, cujo comprimento depende da variação do jogo que escolheste jogar e o número de jogadores.

Preparação do Jogo
Coloca na mesa, entre os jogadores, a caixa do jogo aberta com o tabuleiro. Cada um dos jogadores tem 22 bolas de uma cor. Estas são mantidas no seu compartimento no tabuleiro. Cada jogador, recebe também um dos 4 cartões de pontuação e um marcador. Usa um qualquer método para decidir quem inica o jogo.

Mecânica do Jogo
Insere uma bola no tabuleiro. As bolas são sempres inseridas pelas bordas de qualquer dos lados do tabuleiro e em qualquer direção. Se já houver uma bola na borda do tabuleiro onde desejas jogar, essa bola e qualquer outra adjacente são empurradas por um campo ao inserires a tua bola.

Variantes do Jogo
Shiftago Express
Shiftago Expert
Shiftago Extreme

Shiftago Express
O jogador no seu turno, pega numa das suas bolas do seu compartimento do tabuleiro e desliza-a por um trilho do tabuleiro. O seu movimento termina e jogo prossegue na direção horária.
O jogador que está no seu turno ganha, assim que tiver criado uma linha suficiente de bolas da sua cor na horizontal, vertical ou na diagonal, depois de inserir a sua bola.
Com 2 jogadores: uma linha com 5 ou mais bolas;
Com ¾ jogadores: uma linha de 4 ou mais bolas.
 
Shiftago Expert
O objetivo é criar linhas de bolas de comprimento suficiente para obter uma determinada pontuação. O 1º jogador a alcançar 10 ou mais pontos, é o vencedor.

Shiftago Extreme
Esta variante é uma extensão da variante Expert. O objetivo do jogo, o modo de jogar e como o jogo termina é tudo igual, com as seguintes alterações:
A pontuação obtida para linhas de 4 bolas (2 jogadores) ou três bolas (3/4 jogadores) é zero.

Andávamos a pesquisar na internet por novidades de jogos de tabuleiro, quando tropeçamos pelo Shiftago. Lemos tudo o que havia sobre o jogo e ficámos impressionados, de tal forma, que encetámos todos os nossos esforços para obter um exemplar do jogo. Graças à parceria com a Wiwa Spiele, foi possível realizar o nosso desejo. A ansiedade era tanta, que traduzimos o jogo para Português, antes do jogo ter chegado à nossas mãos.
Quando o Shiftago chegou, ficámos surpreendidos com o peso da caixa. É uma caixa pesada. O peso explica-se facilmente, no seu interior temos 88 bolas. A caixa do Shittago está muito bem ilustrada, dá uma perceção do tipo de jogo que vamos encontrar no seu interior. Há uma visão que inevitavelmente vem imediatamente à memória, Abalone ou Offboard. Ao abrir a caixa vamos perceber que ela própria é o tabuleiro do jogo, a qual tem divisões para acomodar as bolas de cada um dos jogadores. Cada divisão está protegida por uma superfície esponjosa que serve para proteger as bolas. Isto faz com que não tenhamos de perder qualquer tempo com a preparação do jogo, porque basta abrir a caixa do jogo e tudo está pronto para iniciar as hostilidades.
As regras do jogo são simples e muito fáceis de compreender. O que não significa que estamos perante um jogo simplista, sem qualquer grau de dificuldade ou estratégia. Desenganem-se! O Shiftago é um jogo que requer muita astúcia e pensamento estratégico, se quiserem ser o vencedor. A prova disso é o exemplo ilustrado na variante Shiftago Extreme relativamente ao jogador laranja.
As três variantes disponíveis no jogo, servem para aumentar o grau de dificuldade e de exigência. Recomendamos uma evolução cuidada por cada uma das variantes, à medida que se vão familiarizando com o jogo.
Tínhamos muitas expetativas em relação a este jogo. Podemos afirmar, que fomos surpreendidos pela positiva. Parece-nos que o jogo é mais desafiante, independente da variante, quando se joga com 4 jogadores.
Os materiais utilizados no jogo são de qualidade, nota-se perfeitamente que houve uma preocupação em utilizar materiais de qualidade acima de média.
 Apesar da mecânica do jogo não ser novidade, bastando para isso lembrar-nos do Abolone ou do Offboard, houve a criatividade suficiente na elaboração das regras do jogo para distanciar o Shiftago desses jogos.
A duração do jogo para cada uma das variantes está de acordo com o que se espera deste tipo de jogos abstratos. Mas temos de ter atenção que o tempo de jogo também depende do tipo de jogadores com quem partilhamos o tabuleiro. Há jogadores demasiado celebrais que podem estender o relógio por tempo indeterminado…
Quem gosta de jogos como o Abalone ou Offboard, de jogos abstratos ou mind games, não podem deixar e experimentar este Shiftago. É um excelente divertimento para a família e amigos. É um bom investimento, não vão dar o vosso tempo por perdido, nem o vosso dinheiro.


Tema/Objectivo









6
Mecânica/Regras









8
Componentes/Artwork









7
Jogabilidade/Interacção









8
Estratégia/Dificuldade









7
Duração/Diversão









9
Originalidade/Criatividade









8
Preparação/Começar a jogar









10
Caixa do jogo/Apresentação









7
Preço/Vale o Dinheiro









8
Apreciação Global7,8



dreamwithboardgames
Robert WitterWiwa Spiele
Frank WarnekeBoardGameGeek


Paulo Santos
Paulo Santos
Paulo Santos
Maria Constança Silva
Carla Bispo
http://www.wiwa-spiele.de/

Pictomania - Ediciones Masqueoca

Um jogo de Vlaada Chvátil para 3 a 6 jogadores, a partir dos 9 anos.

 

OBJETIVO DO JOGO

Em Pictomania, os jogadores têm de desenhar o que lhes é dado numa pista secreta, enquanto tentam adivinhar aquilo que os adversários estão a desenhar. Vais fazendo apostas secretas com cartas e isto dá-te pontos. O segredo está em ser rápido a desenhar e a adivinhar, o que traz muitos mais pontos. E, jogo acaba ao fim de 5 rondas, o que quer dizer que não há tempo para hesitações.

CONTEÚDO   

Dentro da caixa, vais encontrar os seguintes componentes:
 

PREPARAÇÃO

Cada jogador escolhe uma cor e recebe o respetivo quadro de desenho, 7 cartas de aposta e um determinado número de fichas de pontuação (consoante o número de jogadores; mais informações no livro de regras). O jogador também recebe um marcador e um apagador.
Os suportes de cartas são colocados na mesa, num espaço à vista de todos os jogadores. As cartas de pistas são divididas por nível de dificuldade e colocadas na mesa, ao lado das cartas numeradas e das cartas de símbolo. O número de fichas de pontos de bónus a colocar depende também do número de jogadores (ver livro de regras).                                     

O JOGO

Cada jogo de Pictomania consiste de 5 rondas e cada uma destas rondas é constituída por 3 fases (Preparação, Tirar e Adivinhar e Pontuação).
Fase 1: Preparação
Baralham-se as cartas numeradas e as cartas de símbolo e dá-se uma de cada tipo a cada jogador. O jogador guarda-as com a face para baixo (sem as ver). De seguida, o grupo decide o nível de dificuldade (em consenso) e o lado da carta a usar (aleatório).
Fase 2: Tirar e Adivinhar
Os jogadores veem (sem revelar aos restantes) as cartas que receberam. Essas duas cartas indicam qual a pista que deves desenhar (nos suportes). Coloca as cartas, com a face para baixo à frente do teu quadro de desenho e, comecem a desenhar!
Enquanto desenhas, tens também de tentar adivinhar que pista é que os teus adversários estão a tentar desenhar. Para fazeres uma aposta, colocas uma das cartas de aposta no monte de apostas do jogador (apenas apostas no número). Finalmente, quando quiseres parar, deixas de poder adivinhar ou desenhar, mas podes ir buscar uma ficha de pontuação bónus (o que simboliza que paraste).
Fase 3: Pontuação
A pontuação faz-se por qualquer ordem, mas apenas um jogador de cada vez. Para o fazer, o jogador vira o seu monte de apostas (feitas pelos restantes jogadores) e mostra também a sua carta de símbolo e de número. De seguida, o jogador verifica quem acertou (que recebe fichas de pontos) e quem errou (não recebe ficha de pontos).
No final, totalizas todos os pontos positivos (fichas de pontuação por acertares) e negativos (fichas que não ofereceste). Cada estrela vale um ponto. Consulta o livro de regras para obteres mais pormenores sobre a pontuação.
No final da 5ª ronda, o jogador com mais pontos é o vencedor.

Análise ao Jogo

RECEÇÃO

Como gostamos de jogar com os mais pequenos e já há muito que não víamos uma alternativa ao Pictionary, experimentar o Pictomania foi, sem dúvida, uma lufada de ar fresco. As semelhanças ao clássico jogo estão presentes, mas cingem-se ao material e, como é claro, ao facto que temos de adivinhar o que os adversários estão a desenhar.
Surpreendeu-nos o número de coisas diferentes que este jogo apresenta (embora tenhamos sentido sempre uma certa familiaridade nas diversas mecânicas implementadas) e o ritmo frenético a que se desenvolve.

TEMA/OBJETIVO

Tal como o nome indica, Pictomania é sobre desenho. Neste jogo, contudo, o objetivo é também adivinhar o que os adversários estão a desenhar o mais rapidamente possível, para assim obter mais pontos. Isto é, bem, um clássico deste tipo de jogos, mas Pictomania tenta fazer algo diferente, pelo que vão encontrar algumas regras diferentes e que espevitam um pouco a mesa.


Pictomania não esconde que é um jogo mais infantil.
Todavia, a fórmula é uma já bem conhecida. É uma mistura de Pictionary, o Jogo do Stop e os rabiscos que fazíamos na última página do caderno de história.

MECÂNICA/REGRAS

Para um jogo que aponta para os 9 anos de idade mínima, algumas regras deixam-nos a pensar um pouco – ou pelo menos, a explicação das mesmas. Uma leitura cuidada do livro de regras é essencial e o raio do dinossauro da capa não ajuda tanto como os autores previam. As “regras rápidas” são um risco (deixam imensa informação de fora), e portanto ignorem esse comentário “simpático”.
No que diz respeito à mecânica do jogo, temos de dar mérito à forma como o jogo se desenvolve. Com isto queremos dizer… ESTE JOGO É HIPERATIVO!!! Se querem uma experiência que não para e onde cada jogador tem de desenhar, ler cartões de pistas, olhar para os desenhos dos adversários e juntar isso tudo na cabeça para tentar adivinhar algo… bem, este é para vocês. Não é uma dor de cabeça e é bom que se consigam concentrar em mais do que uma coisa ao mesmo tempo. Esta particularidade foi o que nos atraiu mais (também porque, de resto, o jogo é igual a tantos outros) e, só por isso, nota positiva!

COMPONENTES/ARTWORK

De uma forma geral, os componentes são de boa qualidade. Não existe uma imensidade de informação e de cor e os grafismos são apelativos, mas não se encontram pormenores engraçados ou curiosos. Isto acaba por não distrair o jogador, mas, vá lá, um pouco mais de “charme” não lhe ficaria mal.



JOGABILIDADE/INTERAÇÃO

Como os jogos de desenho requerem, por norma, que os restantes jogadores se deem ao trabalho de adivinhar, é natural que a interação seja um ponto forte. Como Pictomania faz disso uma necessidade absoluta para ganhar o jogo, esperem muita gente a tentar descobrir o que estão a desenhar (afinal de contas, a vossa colher vai valer pontos preciosos).
Como o jogo se limita a essa mecânica, essa é também a única interação que vão ter. As apostas são feitas sem consultar nem conversar e o jogo quase que pode ser jogado em silêncio.

ESTRATÉGIA/DIFICULDADE

Mesmo com um livro de regras que pode ser confuso, o jogo é bastante acessível. Afinal de contas, é apenas desenhar e adivinhar!
Contudo, existe estratégia. A pontuação de cada ronda depende sempre do nosso desenho e da nossa capacidade de adivinhar rápido e bem. Se esperarmos muito tempo, perdemos os pontos. Se os jogadores não adivinharem, lá se vão pontos. O tempo é precioso e devemos aproveitar ao máximo o pouco que temos. Aqueles três segundos para desenhar uma barbatana dorsal cientificamente correta podem custar-nos a vitória.

ORIGINALIDADE/CRIATIVIDADE

Embora seja um conceito já visitado, Pictomania pontua por apresentar uma alternativa e por introduzir uma mecânica que acelera o jogo (nunca ninguém gostou da ampulheta). Apreciámos o facto que o jogo é orientado para os mais pequenos, mas que também pode ser apreciado por adultos (e recomenda-se que seja um adulto a apresentar as regras). Não é o jogo mais original, mas é sem dúvida algo que vem variar a fórmula.

PREPARAÇÃO/COMEÇAR A JOGAR

Tirando a parte de ler as regras, o jogo é preparado rapidamente. Separam-se cartas e fichas consoante o número de jogadores. Prepara-se o material de desenho e decide-se a dificuldade para a primeira ronda. Escolhe-se o lado da carta e, bem, já está. Recomenda-se uma leitura calma e ponderada das regras, explicando tudo aos restantes jogadores antes de começar o jogo.

 Começar a jogar é muito fácil quando se sabe para que servem as fichas.

Nunca sejam aquela pessoa que lê as regras todas e só explica quando convém. Façam um resumo de tudo para que seja mais fácil toda a gente perceber o que é importante!

CAIXA DO JOGO/APRESENTAÇÃO

Uma caixa com divisórias… entalhes em plástico… cartas nos respetivos lugares… Um espaço para os cartões para as coisas não andarem aos tombos quando eventualmente o tivermos de levar para casa de alguém. Isto sim, é uma caixa. Não é perfeita, mas é muito, muito boa. Agora só falta inventarem uma que se arrume sozinha!
Em contraste, a apresentação do jogo é, a nosso ver, algo… não queremos dizer banal, mas singela. Falta-lhe o brilho que muitos jogos trazem. Falta-lhe contexto e um pouco de história, ou um objetivo mais significativo que “vencer os outros”. Estamos a ser picuinhas mas essa motivação pode ser a diferença entre um jogo bom e um jogo fantástico.

PREÇO/VALE O DINHEIRO

Podem encontrar o Pictomania na MasQueOca (versão espanhola) por 26,95€ e o jogo vale bem esse valor. O único problema é, como está à vista, ser a edição espanhola. Para além das regras, as cartas com as pistas estão em espanhol, o que não é muito complicado de traduzir, mas que pode tirar algum gosto à experiência. Isto é algo que fica ao critério do comprador.
Se considerarem comprar o jogo em espanhol e fazer etiquetas para colar sobre as palavras, relembrámos que cada uma das 99 cartas de pistas tem 14 palavras. Também é possível comprar a versão inglesa, o que pode ajudar na construção de vocabulário na escola.

CONCLUSÃO/DURAÇÃO/DIVERSÃO

Embora não seja uma experiência completamente nova, Pictomania vai de certeza ocupar muitas tardes e trazer muitos momentos de diversão. É uma experiência frenética e sem rédeas onde cada segundo conta, e é uma boa adição à secção de jogos “Casuais” da vossa coleção.


Tema/Objectivo









6
Mecânica/Regras









7
Componentes/Artwork









7
Jogabilidade/Interacção









8
Estratégia/Dificuldade









6
Duração/Diversão









7
Originalidade/Criatividade









7
Preparação/Começar a jogar









8
Caixa do jogo/Apresentação









7
Preço/Vale o Dinheiro









6
Apreciação Global6,9

dreamwithboardgames
BoardGameGeekVlaada Chvátil
MasqueocaComprar o Jogo

Paulo Santos
Diogo Silva
Diogo Silva
Paulo Santos